Publicado 06/04/2021

Separamos algumas dúvidas frequentes sobre o Coronavírus para ajudar na prevenção da doença.  

COVID-19 é a doença causada por um novo coronavírus. Segundo a OMS, os sintomas mais comuns da doença são: febre, tosse seca e fadiga. Outros sintomas que são menos comuns e podem afetar alguns pacientes incluem: perda de paladar ou olfato, congestão nasal, conjuntivite, dor de garganta, dor de cabeça, dores musculares ou articulares, diferentes tipos de erupção cutânea, náuseas ou vômitos, diarreia, arrepios ou tonturas.

“Uma em cada seis pessoas infectadas por COVID-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade de respirar. Pessoas idosas e que têm outras condições de saúde como pressão alta, diabetes ou câncer, problemas cardíacos e do pulmão, têm mais risco de ficarem gravemente doentes. No entanto, qualquer pessoa pode pegar a COVID-19 e ficar gravemente doente. ” Organização Pan-Americana da Saúde

Por esse motivo, separamos algumas dúvidas frequentes relacionadas ao coronavírus para ajudar na prevenção da doença:

O que devo fazer se tiver os sintomas de COVID-19 e quando devo procurar atendimento médico?

Se você tiver sintomas menores, como tosse ou febre leve, geralmente não há necessidade de procurar atendimento médico. Você pode optar por ficar em casa, fazer o isolamento social (conforme as orientações das autoridades nacionais) e monitorar seus sintomas.
Ao comparecer ao serviço de saúde, use máscara, mantenha pelo menos 1 metro de distância de outras pessoas e não toque nas superfícies com as mãos.
Procure atendimento médico imediato se tiver dificuldade de respirar ou dor/pressão no peito. Se possível, ligue para o seu médico com antecedência, para que ele possa direcioná-lo para o centro de saúde certo.

Dúvidas frequentes para a prevenção do novo coronavírus (COVID-19).

É possível pegar COVID-19 de uma pessoa que não apresenta sintomas?

A principal maneira pela qual a doença se espalha é através de gotículas respiratórias expelidas por alguém que está tossindo ou tem outros sintomas como febre e cansaço. Muitas pessoas com COVID-19 experimentam apenas sintomas leves, particularmente nos estágios iniciais da doença. É possível pegar COVID-19 de alguém com tosse leve e que não se sente doente. Alguns relatórios indicaram que pessoas sem sintomas podem transmitir o vírus. Ainda não se sabe com que frequência isso acontece.

Quanto tempo o vírus sobrevive nas superfícies?

O mais importante a se saber sobre a presença de coronavírus em superfícies é que elas podem ser facilmente limpas com desinfetantes domésticos comuns, que matam o vírus. Estudos demonstraram que o vírus da COVID-19 pode sobreviver por até 72 horas em plástico e aço inoxidável, menos de 4 horas em cobre e menos de 24 horas em papelão. Como sempre, limpe suas mãos com um higienizador à base de álcool ou lave-as com água e sabão. Evite tocar nos olhos, na boca ou no nariz.
Para pessoas com deficiência, é importante se certificar de que os produtos assistivos, se usados, sejam desinfetados com frequência; estes incluem cadeiras de rodas, bengalas, andadores, macas, bengalas brancas ou qualquer outro item que seja manuseado com frequência e usado em espaços públicos.
Por esse motivo, a equipe da Clique Retire faz sempre a limpeza dos compartimentos dos e-Boxes antes de abastecer sua encomenda, saiba mais aqui.

É seguro receber um pacote de qualquer área em que a covid-19 tenha sido notificada?

Sim. A probabilidade de uma pessoa infectada contaminar mercadorias comerciais é baixa e o risco de pegar o vírus que causa a COVID-19 em um pacote que foi movido, transportado e exposto a diferentes condições e temperaturas também é baixo.

Por que mesmo tomando a vacina é preciso continuar seguindo as medidas de saúde púbica?

As medidas de higienização das mãos, distanciamento físico e uso de máscara devem permanecer por um bom tempo. A OPAS e a OMS recomendam que as precauções contra a transmissão da COVID-19 sejam mantidas mesmo por quem já estiver vacinado, até que as pesquisas sejam conclusivas. 

Assim, todas as pessoas que tomarem vacinas precisam continuar mantendo todas as medidas de prevenção – como distanciamento físico, uso de máscaras e lavagem das mãos. 

Como higienizar as mãos com álcool em gel?

Assista no vídeo a seguir:


Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais 🙂

Gostou? Compartilhe no LinkedIn8k
Gostou? Compartilhe no LinkedIn
Share
Gostou? Segue a gente no Instagram
547
Gostou? Se inscreva no YouTube118
Gostou? Se inscreva no YouTube
Gostou? Compartilhe no Twitter157

Deixe uma resposta